“Um mundo sem fim”, a série de TV

Estreou no AXN a série “Um mundo sem fim”, adaptação do romance de Ken Follett com o mesmo nome. Recomendo ver, é interessante relembrar este momento da História da Europa (fim da idade média) e voltar a Kingsbridge e aos desdencendente dos personagens de “Os Pilares da Terra” 200 anos depois. IMDB

Anúncios

Downton abbey – cena final

Só Mary Crawley para dizer isto num pedido de casamento (e apesar de estar mortinha por dizer Yes! ao Mathew): “You must to say it properly. I won’t answer unless you… kneel down and everyting!”

Esta é a cena final da segunda temporada, e agora é esperar até setembro. Ainda falta tanto…. 😦

“Expiação”

Expiação“, ou “Atonement” não é uma obra-prima do cinema, mas gostei bastante. James McAvoy é um excelente actor, perfeito no papel de Robbie Tuner, assim como a pequena actriz que interpreta Briony Tallis com 13 anos. A Keira Knightley como Cecilia Tallis também está bem.

O filme fez me interessar pelo livro (do escritor inglês Ian McEwan) e apesar de ser muito fiel ao livro, o livro é mil vezes melhor. Faz nos querer saber mais, a ler mais, ficar emocionados, chateados e felizes pelas personagens. E concordo com o final, Briony vai pagar pelos seus actos. Não de uma forma brutal ou drástica, mas vai se “apagando”. Acho que é neste ponto que o livro se torna especial: é maduro, inteligente e as personagens poderiam perfeitamente ser reais.

Se não gostarem de ler, vejam o filme. 🙂

Esta imagem no filme é espectacular. Gosto muito da cena na fonte, cheia de tensão entre Robbie e Cecilia e de simbolismo.

Heroes no MOV

O canal MOV da cabo transmite actualmente a série “Heroes”. Tem um horário estranho, mas penso que durante a semana é transmitido a partir das 20:50h e ao fim de semana passam todos os episódios da semana durante a hora do almoço, sensivelmente.

A temporada que está a ser transmitida é a segunda (Generations), e quem não viu ou gostaria de rever esta é uma boa oportunidade. Programação do canal MOV aqui.

Heroes – o final (2ª parte)

Realmente o final  desta quarta temporada é muito bom, muito ao jeito dos episódios das primeiras temporadas. O Sylar passa a ser um “hero”, Peter Petrelli salva outra vez o mundo do novo vilão, Samuel, e Claire mostra a mundo que existem pessoas especiais. A partir destes acontecimentos, vem aí um “brave new world”!

Se estiverem interessados, vejam aqui.

Ficamos à espera da quinta temporada 🙂