Dica anti-envelhecimento da pele

Hoje o Dr. Oz, no programa que passa na SIC Mulher, deu uns conselhos interessantes sobre como a pele do rosto não envelhecer tanto.Esta é a zona do corpo que está mais exposta e que obviamente envelhece mais rapidamente.

Primeiro, utilizar protector solar, segundo: hidratar a pele com cremes hidratantes. Aqui acho que ele poderia também referir em beber cerca de 1.5 litro/dia de água. Terceiro: Dormir de barriga para cima. Eu desta não sabia. Ele explicou que isso está relacionado com o efeito da gravidade e que se dormirmos de lado ou de barriga para baixo a cara vai “inchar” mais (ficar com aquele aspecto maravilhoso com que acordamos de manhã…), e que a pele vai ficar mais lisa e sedosa.

Hoje aprendi uma coisita com o Dr. Oz 🙂

Um Kiwi por dia, nem sabe o bem que lhe fazia!

Sabia que a dose diária recomendada (DDR) de vitamina C é 60 mg e um Kiwi possui 74 mg da mesma vitamina? Mais que uma laranja que tem 70 mg.

A vitamina C neutraliza substâncias que causam cancro e envelhecimento dos tecidos. Tem função anti-oxidante, aumenta a resistência a infecções e a cicatrização de feridas.

Grupos como idosos, fumadores grávidas, doentes crónicos (diabéticos e asmáticos, por exemplo), pessoas que ingerem regularmente bebidas alcoólicas devem ter na sua dieta diária a DDR de vitamina C.

(Adaptado da revista “Saber Viver” nº 128 – fevereiro 2011)

A verdadeira alimentação equilibrada…

A revista “Sábado” desta semana dedica um artigo a alimentos que nos enganam e que a maioria das pessoas pensa que são saudáveis.

Na minha opinião, acho que o artigo é que engana. Ao ler aquele artigo, uma pessoa pensa: “mas afinal o que posso comer???”

Mas algum dia, a qualidade nutricional de vegetais de uma salada compara-se a um Big Mac? Ou o salmão se compara a um prato de canelones congelados e pré-cozinhados?

Eu penso que não foi um artigo muito bem conseguido. Puramente sensionalista. Os alimentos não devem ser vistos somente pelas calorias. Isso é uma visão simplista. É como dizer que o comportamento humano é E->R!

NUNCA se pode dizer que ingerir uma salada é igual a comer um hamburger duplo+ batatas fritas+ refrigerante. A salada tem propriedades nutricionais como fibras, vitaminas e sais minerais que o hamburger gorduroso não tem.

O salmão, por sua vez, temqualidades nutricionais (de acordo com o site da Nestlé) como proteínas de elevado valor biológico (que contêm todos os aminoácidos essenciais ao homem e que só podem ser adquiridos através da alimentação), vitaminas lipossoluveis: A,D,E e K bem como o seu conteúdo em vitaminas B6 e B12. Nos minerais destacam-se o fósforo e magnésio.

O que o artigo deveria ter referido era que a forma como se confecciona as nossas refeições é que não é correcta. Porquê colocar numa salada maionese? porque não colocar somente um fio de azeite e vinagre balsâmico, por exemplo? Fica igualmente saboroso…

Assim como deveria ter referido, que se pode comer de tudo um pouco, MAS nas devidas proporções. Uma dieta equilibarada não deve ter exageros nem carências. Como é óbvio, não se pode comer todos os dias um bitoque, ou um gelado, ou comer meia dúzia de barritas de cereais.

Mas para qualquer dúvida fica aqui a nova pirâmide dos alimentos para esclarecer qualquer tipo de dúvida.

Deixo-vos o endereço desta página da internet que é muito esclarecedora e acessível de uma dieta equilibrada.

piramide alimentar

Dormir é o melhor remédio :)

Num estudo norte-americanodivulgado na revista “Science” e pelo site “Ciência Hoje” (2009/04/03), o sono ajuda a “limpar” o cérebro de informações desnecessárias que são colhidas diariamente podendo assim dar lugar a novas aprendizagens.

Na notícia é enfatizada a ideia que é muito importante dormir bem de noite para ” consolidar as memórias importantes da véspera e eliminar as que estão a ocupar espaço desnecessariamente”, assim como que a aprendizagem aumenta também a necessidade de dormir.

Conheço muita gente que faz turnos atrás de turnos, tem mais que um emprego e trabalha mais de 24h. Ou mesmo estudantes que fazem noitadas a estudar para exames… muitas vezes me pergunto como andará a cabeça dessas pessoas.

Para mim, dormir é realmente o melhor remédio 🙂

images

Dia Mundial de Luta contra a SIDA

No dia no qual se comemora o dia mundial de luta contra a SIDA, decidi explorar um pouco este tema no crónicas.

Dados da ONUSida (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o VIH/Sida) em 2007, referem que em todo o mundo existem 33 milhões de pessoas infectadas e somente 2.7 milhões estão diagnosticadas.

E o que é a Sida?

Sida (Sindrome de ImunoDeficiência Adquirida) é uma doença provocada pelo VIH (virus da imunodefeciência humana) que ataca o sistema imunitário do corpo (ou seja, as células de defesa do organismo), destruindo assim a capacidade de defesa do mesmo face a muitas doenças.

O VIH, infecta as células do sistema imunitário, tornando-as cada vez menos eficazes, até que o organismo perde a capacidade de se defender contra doenças, atá as mais comuns. A manifestação dos sintomas não aparece mal a pessoa seja infectada pelo VIH. A pessoa infectada possui o virus e os anticorpos que o organismo produziu contra este, transmitindo a outras pessoas quando tem comportamentos de risco, aparentando no entanto, um ar saudável. Só com a degradação do sitema imunitário e a consequente aparecimento de doenças oportunistas (causadas por virus, bacterias e parasitas que num  organismo saudavél não causam doença ou então uma manifestação moderada) é que a pessoa tem o diagnóstico de Sida.

Como se transmite?

A transmissão do VIH é feita através de sangue (partilha materiais perfurantes contaminados com VIH como lâminas de barbear, piercings, seringas mesmo que contenham sangue seco), secreções sexuais (esperma ou secreçoes vaginais, USAR SEMPRE PRESERVATIVO em todas as relações sexuais) e transmissão de mãe infectada-filho (atravez do leite, durante a gravidez ou de sangue e secreções vaginais durante o parto).

Como se diagnostica e qual o tratamento?

O diagnóstico é feito através de uma análise ao sangue, detentando a presença de anticorpos produzidos contra o virus com um teste ELISA. Os cocktails de retrovirus (fármacos utilizados no tratamento da infecção por VIH) aumentam a qualidade de vida dos infectados.

A melhor arma contra a Sida é a informação sobre a doença e a sua prevenção. Não se contrai a Sida tocando ou falando com uma pessoa infectada pelo VIH. Simplesmente temos de evitar ter comportamentos de risco.

Existem Sites muito bons que contém bastantes informações e que dão respostas às vossas dúvidas: www.sida.pt, na wikipédia e abraço

Kit primeiros socorros

Nas nossas casas, quase diariamente acontecem pequenos acidentes domésticos, como ligeiros cortes e ferimentos. Por isso, é importante ter em casa um conjunto de material que nestes casos permita a qualquer pessoa leiga efectuar curativos, e chama-se kit de primeiros socorros.

Nele devem constar:

  • Adesivo
  • Compressas esterilizadas de vários tamanhos
  • Ligadura de gaze (tamanhos: pequeno, medio e grande)
  • Ligadura elastica de 10 cm
  • Luvas de látex
  • Pensos rápidos de vários tamanhos
  • Vaselina (uma bisnaga)
  • Soro fisiológico (um frasco pequeno)
  • Betadine dérmico (um frasco)
  • Água oxigenada 10 vol. (um frasco)

Também é importante ter em casa um termómetro e alguma medicação, nomeadamente analgésicos como o paracetamol 500 mg em comprimidos ou supositórios.

O local ou o armário no qual se guarda o kit deve ser um local alto (que não seja atingido por crianças), fresco e seco para não alterar as propriedades dos produtos. Tem de ter sempre em atenção o prazo de validade dos produtos, se os involucros dos mesmos não estão danificados e mantê-los dentro das embalagens próprias.

Também é de ter em atenção a auto-medicação. Se tiver dúvidas a adiministrar paracetamol por exemplo, leia o folheto informativo sobre as indicações e a posologia. Uma criança com menos de 15kg não tomará de certeza a mesma quantidade de paracetamol de um adulto de 60 kg. Por outro lado, se tiver na sua mini-farmácia doméstica outros medicamentos prescritos pelo médico, respeite a prescrição.

Para qualquer dúvida, o melhor mesmo é consultar um profissional de saúde, tanto o enfermeiro do centro de saúde da sua área, ou medico de família ou mesmo o farmacêutico.